Contato

Elogios e críticas, anúncios, parcerias, sugestões e dúvidas?

No twitter: @cdmadame

9 comentários:

  1. qual o telefone para contato?

    ResponderExcluir
  2. Olá, faça o primeiro contato por email por favor ! :^)

    ResponderExcluir
  3. queria muito uma camiseta com a estampa igual aquela com o mapa mundi,por favor me retornem com a respostas ow ate mesmo valores...
    marcos_vilander@hotmail.com
    obrigado!

    ResponderExcluir
  4. meu caro colega vc esta completamente perdido pós se os contraente se eles sitar o seu nome no cartório de registro civil pedindo a certidão de casamento civil para que vc celebre não há há o que se fala em usurpação de função pública porque os ministro religioso exercem funções públicas se eu fosse vc desistia de ser celebrante de casamento ou eu mandaria li prender só por vc ser um inguinorante e vc ensina errado as pessoas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que você leu este texto http://www.coisasdemadame.com/2014/01/vai-casar-saiba-diferenca-entre-o.html, mas não conseguiu interpretar o texto, pois eu falo exatamente sobre a diferença entre o casamento religioso com efeitos civis celebrado por um ministro religioso e o casamento civil celebrado pelo Juiz de Paz.

      No texto falo que para um casamento religioso tenha efeitos civis, por óbvio e nos termos da lei ele tem que ser RELIGIOSO, isto é, a cerimônia tem que obrigatoriamente ter caráter religioso, do contrário trata-se de usurpação de função pública, prática criminosa nos termos do artigo 328 do Código Penal, já que o ministro religioso não pode celebrar uma cerimônia civil como se juiz de paz fosse, pois ele não é funcionário público, nem tão pouco presta serviço público para o cartório.

      Se você celebra casamentos religioso com efeitos civis, saiba que você não é juiz de paz e nem mesmo atua como se fosse.

      Juiz de paz e Celebrantes de Casamentos religiosos exercem funções distintas, ainda que ambos celebrem casamentos, sendo que a diferença entre os dois é observada exatamente no caráter religioso da cerimônia, pois conforme já foi dito, para que um casamento religioso tenha efeitos civis, a cerimônia tem que ser religiosa, do contrário o celebrante religioso estará celebrando uma cerimônia civil (sem religião) e isso somente quem pode fazer é o Juiz de Paz.

      E veja bem que eu não sou o dono da verdade, mas também sou advogado e eu sei do que estou falando. Então sugiro ao colega um pouco mais de humildade pra ouvir e aprender.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...