19 novembro 2015

Quanto de dinheiro você pode portar sem ter que declarar?




Eis uma dúvida que muitas pessoas tem quando vão fazer uma viagem internacional, e que, claro, tem sua peculiaridade no Brasil.

Praticamente todos os países estrangeiros, na entrada e saída fronteiriça, a pessoa tem que declarar o porte de um montante em dinheiro ou equivalente na soma de USD 10 mil (dez mil dólares). 
No Brasil, não sei por qual razão, o valor é diferente do resto do mundo, sendo que o cidadão é obrigado a declarar o porte de uma soma acima de R$10 mil REAIS.

Até cerca de meados de 2014, no início da subida do dólar, você poderia portar em torno de USD 4500 em espécie. Hoje, considerando o valor atual do dólar, se você estiver portando, por exemplo, USD 2500 (dois mil e quinhentos dólares) já é obrigado a declarar. Isso sobre o risco de ser considerado um criminoso (ter o valor retido e ser até preso)  se não conseguir comprovar a origem, além de gaguejar muito na hora com a pressão feita pelos agentes da receita.

Para quem for fazer uma viagem de férias e ficar uns 10 dias no exterior, esse valor de USD 2500 não é muito. Seria o normal de gasto, principalmente se a pessoa estiver evitando usar o cartão dado a instabilidade econômica atual. O mesmo se pensamos em libras esterlinas, o que seria em torno de GPB 1660.

Imagino que deve haver uma flexibilização da receita e um bom senso, mas não podemos confiar plenamente nisso. O fato é que, se você estiver viajando para o exterior e levando dinheiro em espécie, fique atento a isso.

Dúvidas? Envie um email para cdmadame@gmail.com

Saudações de algum lugar do mundo ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...