21 janeiro 2014

Caribe panamenho: vamos a la playa?


Totalmente dentro de uma rota turística, mas não tanto visitado, o Panamá é um país em pleno desenvolvimento e com muitas, muitas mesmo, áreas inabitadas  E talvez, por isso, tenha um turismo ainda rústico e que tem muito ainda a evoluir. 
Nesse post vou falar das praias e no próximo sobre as compras.

Porque viajar para o Panamá? A Cidade do Panamá é a capital usada de "hub" para diversos vôos para outros diversos países, principalmente aqueles banhados pelo mar do Caribe. Está em pleno desenvolvimento e é muito difícil passar pelas ruas sem ver obras para todos os lados. 

Como está investindo em turismo, dá ótimos incentivos para ser visitado. Dois exemplos interessantes são o seguro viagem de 30 dias totalmente gratuito que você recebe ao passar pela imigração (se esquecerem de te entregar o cartão, pode pedir!) e também, os stop over (parada sem taxas) que a Copa oferece para quem quiser ficar uns dias a mais por lá (*sempre antes de viajar consulte se a promoção ainda está ativa!).

não copie sem prévia autorização

A língua oficial do país é o espanhol e a moeda é o Balboa, no entanto, vi apenas algumas moedinhas nativas, mas não me recordo de ter visto notas. O dinheiro que circula no país é o dólar ...e ponto.  

Fui para o Caribe Panamenho, mais precisamente no arquipélago de Bocas del Toro, na região ao noroeste do país, já bem perto da Costa Rica. Saí de  BH num voo Copa de 6 horas, direto. E depois,  já no Panamá, segui para um mini aeroporto, onde voei por mais 50 minutos até Bocas.


não copie sem prévia autorização
não copie sem prévia autorização

Sobre o tempo dizem que a melhor época do ano para visitar a região é de dezembro a abril, quando há seca. O motivo, é que em outros períodos o tempo fica quente mas chuvoso.

A cidade é muito pequena e na verdade, dá para ir a pé do aeroporto até os hotéis do Centro. Ainda assim, ficar arrastando malas pelas ruas, com o calor e sol dá preguiça, e compensa o táxi porque sai  por cerca de U$ 3 dólares por pessoa o traslado. Táxi por lá é bem barato, até porque a ilha é mínima e as pessoas vão para a maioria dos lugares pela via marítima.

não copie sem  prévia autorização

Ir para Bocas Del Toro é viajar para uma cidade “turística” mas sem aquela super infraestrutura de outros países com as praias viradas para o mar do Caribe. A
 maioria dos turistas são da Europa ou Estados Unidos. Não espere um super atendimento por lá, porque os nativos ainda estão aprendendo a lidar com os "forasteiros", portanto, precisam aprimorar e muito a recepção (acredito  que em alguns anos tudo estará diferente).  Também é preciso ter em mente que lá tudo é lentíssimo, que nem todos falam inglês, que os nativos não dão tanta bola assim para os turistas (em alguns diversos momentos senti que estava de má vontade em atender) e que infelizmente, ainda não é o primor de limpeza nas ruas (culpa dos nativos ou dos turistas??). Mas ainda assim tem  uma beleza encantadora !


não copie sem prévia autorização

Nos primeiros dias fiquei nesse hotel, o Playa Tortuga, que fica 3,6 quilômetros do Centro. Ele tem um píer com um restaurante charmoso e simples, e uma "praia privada" mas que dá apenas para ser usada para os esportes aquáticos e saída de barcos. A piscina fica a passos do mar e a vista é linda !

não copie sem prévia autorização

não copie sem prévia autorização

não copie sem prévia autorização

não copie sem prévia autorização

não copie sem prévia autorização

não reproduzir sem prévia autorização

Depois mudei para  o Tropical Suites que fica no Centro e amei...parte dele foi construída sobre o mar, a vista fica para uma outra ilha a menos de 1 Km dali. Além disso, é só dar uns passos você já está num barco.

não copie sem prévia autorização

não copie sem prévia autorização

não reproduzir sem prévia autorização





não copie sem prévia autorização
vista da varanda
não copie sem prévia autorização

não copie sem prévia autorização


















Vale lembrar que no  Centro de Bocas del Toro não há praias.  Para aproveitar é preciso sair de táxi ou lanchas para as ilhas paradisíacas.
não reproduzir sem prévia autorização
Algumas são pertinho mesmo, outras mais longe, mas nada que passe de 1 hora no mar, contando com as paradas para o abastecimento. Veja esse posto de combustíveis aquático :

não copie sem prévia autorização

Num dia eu e meu marido fizemos um passeio longo de barco. Saímos as 9 horas da manhã e voltamos as 18h. A rota foi de Bocas para a Bahia de los Delfines,  depois  paramos num restaurante que fica no mar para fazer a reserva dos pratos do almoço. Aí seguimos até a ilha deserta de Cayo Zapatilla fica bem distante dali, depois fomos para uma área de snorkeling ...



... e por fim voltamos para almoçar nesse restaurante aí.  Confesso que foi um passeio muito cansativo  !


não copie sem prévia autorização
Restaurante no meio do mar !

Sobre a Bahia de Los Delfines (dos Golfinhos) é na verdade uma área no mar rodeada de ilhas inabitadas e cheias de golfinhos.


não reproduzir sem prévia autorização

 Não entramos na água, só olhamos os peixes....

Já  Cayo Zapatilla é aquela ilha  paradisíaca de verdade, estilo aquele filme Lagoa Azul (apesar de não ser devidamente conservada pois vi  lixo por lá!). 
não copie sem prévia autorização
não reproduzir sem prévia autorização

*Dica : LEVE dinheiro porque é uma ilha que faz parte de uma reserva de índios e de um parque nacional, e o guarda de lá chega num bote para cobrar. Paguei antecipado U$5 por pessoa, mas se os guias esquecerem você pode ter que pagar de novo!!! 

Não vá pensando em infraestrurura, restaurante, banheiro, lojas e movimento. Não tem nada disso, é só a ilha, com areia branca, árvores e o mar transparente, mais nada. Nesse lugar ficamos cerca de 2 horas. Para eu que gosto de mordomia e muitas facilidades, achei um pouco “boring” depois de 1 hora. Fiquei com fome, vontade de tomar um coquetel que não tinha. Pra mim foi um passeio muito diferente dos que faço, ainda assim vale a pena conhecer!

não reproduzir sem prévia autorização

não copie sem prévia autorização


>> Outro passeio que fiz e adorei foi para o Parque Nacional Marino Isla Bastimentos onde fica a famosa praia chamada  Red Frog 

não copie sem prévia autorização

É uma das maiores ilhas da região e que fica cerca de 30 minutos via  barco lento, com passagem por U$ 15 dólares (vi mais baratas e mais caras, depende de onde sair e se haverá mais deslocamentos). Lá tem uma marina, um parque ecológico, restaurantes, bares e é muito frequentada por turistas e surfistas !

não copie sem prévia autorização

Funciona assim:  você chega de barco, desce no píer , segue até a portaria e paga para  U$3 para entrar no parque. Aí você mentaliza bem o mapa que fica atrás do balcão kakak (porque como disse eles exploram muito pouco ainda do potencial turístico, e não entregam mapinhas do local...) e segue por uma trilha com diversas placas que vão para diversas praias dali. Dá uma caminhada de pouco mais de 10 minutos no sol, e não tem outro transporte por lá (vi carros elétricos de golfe, mas são só para os sócios da marina).

não copie sem prévia autorização

veja nesse vídeo abaixo:



não copie sem prévia autorização
A praia é linda, rasa e com ondas. Tem dois restaurantes com preços normais. Se quiser sentar na areia é  preciso alugar as  cadeiras (cerca de U$ 5 cada) .

não copie sem prévia autorização

não copie sem prévia autorização

>> Outro lugar paradisíaco é a província de Boca Del Drago



Fica cerca de 30 minutos de táxi do Centro (pagamos cerca de U$ 50) até um pier onde vc tem que pegar um barco por U$ 1 até a  Playa de las Estrellas (Praia das Estrelas) . 




Dica: achamos  essa rota bem mais rápida do que sair de barco direto do Centro.. (demora muito mais!) 

Ainda dá para apreciar a vista....
não copie sem prévia autorização

Lá tem esse nome por ser uma região lotada de estrelas do mar. A água é transparente e o mar parado. É ótimo para mergulhos e snorkeling.  


não copie sem prévia autorização











Nesse local tem diversos restaurantes, banheiros e uma melhor recepção para os turistas.



E pra finalizar deixo aqui o folder de uma empresa que faz os passeios por lá. O telefone está na foto !

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...