14 julho 2013

Esquiando no Chile


Já viajei para diversos países, mas nunquinha tinha visto a neve ! Sou muito friorenta e tenho preguiça de usar um montão de roupas...mas fui e amei !


Santiago Chile

Vale muito a pena mesmo visitar as estações de esqui do Chile, mas prepare o bolso pois é um passeio longe do barato. Tem que pagar: o transporte do hotel até a estação, o aluguel de botas (são dois tipos: a de borracha para andar na neve, e a de esqui. Alugamos as duas ! ) , calça e jaqueta térmica, luvas, além do esqui. Saiu por 110.000 pesos por pessoa.

Fora que lá você paga a entrada, em alta temporada sai por 32.500 e em baixa 21 mil. Se quiser aprender a esquiar são mais 10 mil pesos a hora (perto dos R$ 45 ). Paga também a diária do armário para guardar suas coisas acho que foram 4 mil pesos e ainda tem que comprar o almoço que você faz por lá mesmo, já que fica lá praticamente o dia inteiro.

Olha a tabela para aluguel na estação de esqui Valle Nevado:

Santiago Chile julho de 2013

Comigo foi assim: combinei no hotel mesmo com a empresa que indicaram. Acordamos as 6 horas, as 7 horas o motorista da van chegou (a gente tava tomando o café). De lá passamos em outros hotéis pra pegar mais gente e fomos até uma loja que aluga todas as “tralhas” . Lá mesmo, a gente veste a roupa térmica, por cima da que a gente está usando mesmo. 

Dica: Use roupas confortáveis, mas que aqueçam. Vá de tênis ou bota caso não queira esquiar, ou descer nas estações, mas lembre que seu pé pode congelar...por isso é bom alugar as botas de borracha especiais para neve. Lembrando que se for descer do transporte, vai usar os calçados especiais de neve, por isso, é preciso de uma bolsa/sacola, para guardar seus pertences.

... Saímos da loja de aluguel por volta das 8h30 (demora) e seguimos. O motorista parou numa padaria/restaurante para comprarmos água, ir ao banheiro etc.

O caminho para as cordilheiras é longo e bem lento. A estrada é estreita, cercada por um paredão de gelo e um abismo. Dá um pouco de medo, mas é lindo. No caminho o motorista estaciona para colocar correntes nos pneus. O trajeto todo até o topo demora 1 hora e meia.

Ao chegar na estação deixo dicas preciosas:  Logo ao descer, coloque as botas de neve (são de borracha e com proteção especial por dentro) para evitar que seu pé congele. Nós alugamos as duas (de borracha  que calçamos na loja de aluguel e a de esqui) colocamos a  tal bota de esqui que pesa uns 4 quilos (cada uma) e é difícil andar com elas, além de machucarem as canelas e batata da perna. Dói de verdade! Depois que a gente tira, o cérebro demora umas horas para processar que já não está mais calçada com elas, é engraçado .

Se pretende fazer aulas de esqui em Valle Nevado, suba a escada rolante e vá direto para dentro da loja . Feche a primeira turma e se puder pagar particular melhor, pois achei as aulas coletivas bem cheias, e gente, parece muito fácil, mas andar na neve com esqui, quando não se tem prática é DIFÍCIL. Se cair, quase impossível levantar sozinho confie em mim. E porque fazer a aula cedo? Para aproveitar o resto do dia esquiando. Se marca a aula para mais tarde (dei azar, só consegui as 14h) tem que ficar esperando e aí , corre o risco de aproveitar muito pouco o lugar.

Muitos nativos disseram pra gente que é bom conhecer as outras estações de esqui El Colorado / Farellones, Portillo, que são as mais próximas de Santiago, mas não fomos por falta de tempo.

O que é legal: esquiar dá uma deliciosa sensação de liberdade, não tem idade. Jovens e idosos estavam todos lá, se divertindo. E depois de descer a montanha, tem umas esteiras para colaborar com a subida do morro.

Veja nosso vídeo lá em Valle Nevado:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...